terça-feira, 17 de maio de 2011

Consulta ao jogo de búzios


Olá a todos! Hoje vou falar sobre algo muito importante dentro da nossa cultura, o Jogo de Búzios, mas já vou adiantando que não vou falar sobre odulogia e sim sobre a importância de sua consulta.

Para muitos de nós do candomblé o jogo de búzios foi o primeiro contato com o divino, com o nosso orixá, ali conhecemos quem é nosso caminho, e o que ele tem a nos oferecer. O jogo de búzios, formado por 16 búzios abertos e 1 búzio fechado, como tudo em nossa religião, foi feito de resistência, e com o passar do tempo foi aprimorado. Existem dois pontos de vista, que se divergem quando o assunto é a consulta ao oráculo e aqui vou expor as duas opiniões:

A quem diga que o jogo de meridilogun, é meramente matemático, onde cada “caída” representa um odú, e o zelador em sua experiência interpreta o significado desse odú na vida do consulente, e outros que dizem que mesmo você usando o odú como referencia o que vale é a vidência, enfim, já ouvi muitas discussões sobre isso, porém eu acredito que se o jogo de búzios fosse apenas vidência, não precisaríamos tomar “sete anos”, para poder jogar. Creio sim na inspiração que vem do orixá, porém a receita é um pouco mais complexa, podemos dizer que é inspiração divina, vivência no candomblé, experiência de vida e odulogia.

Em toda minha vida eu joguei apenas com 3 pessoas, por achar que uma consulta com Ifá, é muito importante, sua vida está aberta diante daquele sacerdote, existe ali uma cumplicidade, você tem que realmente confiar. Um Odú, que seria como um signo tem vários significados, por isso é importante que haja uma troca entre o consulente e aquele que está jogando, isso facilita muito. Já vi pessoas que foram jogar e saíram falando que testaram o pai de santo e que e ele errou, veja bem, você procura uma pessoa, paga em média de R$ 50,00 a R$ 200,00, para ficar testando? Não, primeiro você tem que ver a procedência do zelador. Existe uma passagem em Ifá que diz que para entrar em contato com Orumilá, temos que caminhar direito em nossa vida, pois sem isso não podemos aconselhar ninguém. Eu mesmo quando estou chateado, ou nervoso, não jogo búzios, acredito que minha energia irá influenciá-los, afinal sou eu quem vai interpretar e passar ao filho ou cliente o que o orixá está querendo lhe dizer.

Como todo oráculo, o jogo de búzios não diz o futuro, ele apenas lhe dá caminhos e diz a conseqüência de suas atitudes hoje, para nós existe sim sina, destino, mas Ifá nos mostra como cumpri-lo da melhor forma, sem maiores danos.

Mediante ao que escrevi acima, espero que você que é simpatizante ou adepto da religião, leve uma consulta com os búzios, muito a sério, pergunte ao orixá apenas o que é pertinente, não faça perguntas descabidas, como por exemplo: “Será que no meu primeiro encontro eu devo vestir rosa ou roxo?”, pelo amor de Oxalá né! Você ri? Acredite essa é apenas uma das pérolas que já ouvi.

Tenha uma ótima semana e um beijo no coração.

2 comentários:

Felipe Teixeira Carfona disse...

Como Sempre em Poucas palavras vc disse td.
Parabénss
Que Ode continue sempre reinando no sei Ori
Lhe trazendo essa maravilhosa sabedoria.

Motumba

Therpsicore disse...

muto axé pra vc meu pai..tbm sou feita..xango e exum me regem aqui deicho meu motumbá com muito axé pra vc