terça-feira, 27 de setembro de 2011

Festa das Yabás – Melhores momentos

Salve, salve...E como prometido, estou aqui para tentar passar um pouco do que foi a festa das Yabás em casa.

Realizada no dia 24 de Setembro de 2011, com inicio as 21h, o evento foi um sucesso, me sinto realizado, mais uma vez os filhos e amigos de Egbé L’ajô fizeram com que tudo desse certo, agradeço a todos!


Obrigações Realizadas


Odú Ijê


Egbomi Luciano de Logun
Iniciado em 1994 pelo zelador Dinho de Oxossi (Carapicuíba-SP), zelador no qual ele deu continuidade a sua obrigação de um e três anos. Luciano sempre participou ativamente dos candomblés de Itapevi e região. Filho de criação do zelador Pai Toninho de Oxum (Itapevi-SP), aprendeu desde muito pequeno candomblé tanto de Ketu quanto de Angola.

Fico muito feliz que Logunedé tenha me escolhido para dar sua obrigação de sete anos (odú ijê), afinal Egbomi Luciano já faz parte da família há muito tempo, ele apenas formalizou a aliança com a casa.


Egbomi Liduina de Omolu
Iniciada em 2002, pelo zelador Mia de Logunedé (Asé Parque Fluminense-RJ). Fez santo por motivos de saúde, sendo a única em sua família iniciada. Tomou obrigação de um ano na mesma casa que foi iniciada. Minha grande irmã, também amiga, é um exemplo de dedicação e amor ao orixá. Ela costuma dizer uma frase que retrata muito bem o que é fé:


“Omolu tirou com as mãos a doença que cobria meu corpo, eu acredito no amor dele por mim”.


Egbomi Liduina seja bem vinda!!!


Ekedi Lourdes de Ogun

Confirmada pelo orixá Ogun. Ekedi Lourdes é uma típica filha de Ogun, forte e determinada, arriou sua obrigação de sete anos, nesse sábado também. Mãe de três filhos, sendo que dois também seguem os caminhos do orixá, Silvana de Oxaguiã e Fernando de Odé.

Ele é minha primeira ekedi que estou dando obrigação de sete anos, é uma grande emoção, pois existe entre nós laços de amizade, respeito e cumplicidade.

Agradeço a Orixá Ogum por me dá uma filha e acima de tudo amiga. O Egbé se alegra em recebe-la!


Iniciações

Yawô Mara de Omolu

Desde muito cedo Mara, teve contato com o orixá. Sua avó, sua mãe e sua irmã são iniciadas no candomblé, e como ela diz, chegou a sua hora também. Mara foi iniciada por Mãe Cidinha de Oxum e Pai Rosivaldo de Oxaguiã no Egbé L’ajô, sendo a rombona de Pai Rosivaldo. Mara é para nós uma filha querida e também irmã. Justa e sincera, acreditamos que Omolu dará caminhos e muitas alegrias essa nova irmã de fé.




Agradecimentos Especiais


Babá Nivaldo de Logunedé


Yá Cidinha de Oxum


Ogã Douglas de Xangô


Egbomi Rosana de Oyá


Pai Adaison de Xangô


Egbomi Paula de Opará


Egbomi Denise de Yemanjá


Egbomi Ricardo de Ogum


Egbomi Rafael de Xangô
































































Um comentário:

Anônimo disse...

Que Orishá N'lá e Yemonjá abençoe a todos os seus filhos

Para aqueles que estão iniciando: "O caminho do orishá requer força, paciência e acima de tudo tolerância"

Para aqueles que estão tomando Odú Ijè: "Temos que ter persistência na busca da fé, e após encontrá-lá temos que ter muito mais força para continuar!"

Um Grande Abraço meu amigo Babá Diego

Babalawò Henrique ty Obálufã