segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Uma Questão de Educação

São muitos os motivos que levam uma pessoa a ser adepto do candomblé, amor, saúde, desespero, problemas financeiros, solidão e por aí vai, porém ao contrário do passado, ninguém mais fica por medo, hoje permanecemos por AMOR, por isso o modelo antigo da hierarquia “imposta” não funciona mais, mas isso não quer dizer que eu ou você, pode fazer o que quiser na hora que bem "der na telha".


Quando você chega a uma casa de candomblé, muitas vezes a comunidade se mostra fechada ou resistente a presença de um novo membro, não se iniba por isso, pois é resultado de decepções sofrida por filhos que não tiveram consideração a atenção dada de graça. Conquiste seu espaço, a confiança do seu zelador e exerça sua função com comprometimento, respeito e com certeza terá seu lugar seguro no egbé.

Um sorriso, um “bom dia” ou “motumbá!” pode ser um bom começo. É uma questão de educação (rumbè) quem chega cumprimentar os demais, assim como falar baixo e não interromper um mais velho quando ele está falando. Outro ponto importante é o espirito de coletividade, ou seja, todo mundo está trabalhando em pró a um determinado objetivo, porque não ajudar? É muito feio ficar de braços cruzados vendo um irmão trabalhar. Não se esqueça que juntos somos mais fortes.

Uma ótima segunda-feira a todos e que Exú nos proteja!

Nenhum comentário:

Entrevista para TV Alto Astral