sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Ser Pai

Não cabe a mim julgar o passado de um filho, não cabe a mim mudar sua essência nem questionam sua conduta antes de chegar a minha casa, afinal existem forças nesse universo que tem esse papel de juiz. 
Por isso, zeladores e zeladoras, amem seus filhos como eles são, quem tem poder de transformar é o Orisá, mas alerto, não aceite falta de índole, não aceite fofoca nem mentiras, pois isso não é gênio, isso é desvio de caráter e pode prejudicar a Egbé. 
Seja como for, use o amor e a fé e não haverá erro, apenas decepções passageiras que logo são curadas pelo Asé.
Pensem nisso.

Um comentário:

Qual a “qualidade” do seu Orixá?

Todos que são iniciados no candomblé Ketu, acredito que já devem ter ouvido essa pergunta e o que sempre me questionam é, qual resposta q...