Sentidos do Candomblé


Quero chegar na Casa de Axé
E rever meus irmãos,
Sentir minha família 

Sentir que dentro daquele pedacinho da África 
Somos protegidos do mundo lá fora
E que posso encontrar o que há de divino dentro de mim

Quero colocar meu branco
Senti o frio do banho de ervas
Senti o calor do meu Orixá

Ouvir conversas intermináveis
Sobre o antes e o agora
Ouvir sobre Axé

Quero ouvir o som dos atabaques
O ritmado pilar das ervas
Quero sentir a abraço apertado dos meus mais velhos

Saber e Viver se misturam
Axé e Amor se condensam
Vida e Morte se abraçam

Isso é axé!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Qualidade - Oxum Opará

Poema: Passos e Lágrimas no Candomblé

Os Encantamentos de Amor Funcionam?