segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Postura de Um Iniciado no Candomblé


Entre todos os assuntos que possamos abordar sobre o Candomblé, um dos mais complicados é a questão da postura dos iniciados após sua iniciação, como eles devem se comportar no cotidiano e o que eu vou escrever a seguir, é o que eu passo para os eleguns (iniciados) no Egbé L’ajò.


A iniciação, seja em qual for a religião, é um momento de resgate e também um reinicio, por isso precisamos repensar nossas atitudes perante a vida e a Deus, ser do Orixá é viver em constante evolução, mas é impossível conseguir progresso na vida, sem que haja ordem, então, desenvolva responsabilidade e compromisso com seu Orixá e isso com certeza irá refletir em sua vida. 

O mundo lá fora não está fácil e para quem acabou de sair do quarto de santo, tudo parece ainda mais estranho, nesses primeiros passos é preciso de orientação, amor e muito diálogo. De verdade, não se preocupe com a opinião alheia, pare de dá atenção a bobagens e às criticas destrutivas, você não pode esperar que sua vida ganhe importância, se sua atenção está voltada a besteiras ou a pessoas que só querem te colocar para baixo. Assuma as rédeas da sua vida, você é “feito(a)” e merece tudo de melhor que a vida possa lhe oferecer, mas para colher, terá que plantar e quem é de axé sabe que na nossa horta, os frutos nascem mais rápidos e muito mais doces, pelo menos sempre foi assim em minha vida. 

E finalmente, cuidado com o que você expõe da sua vida, ficar se lamentando nas redes sociais não vai resolver nada, aliás até piora, pois você alimenta ainda mais o negativo que tanto atrapalha as pessoas que buscam luz.

Força povo bom! O Orixá quer ver a sua vitória e não aceita que você desista de você mesmo.

Um comentário:

matias garcia disse...

como faço pra saber meu orixá?