segunda-feira, 15 de julho de 2013

Compromisso com o Axé


A partir do momento que fazemos parte de uma religião obviamente teremos que ter responsabilidade e a cada passo que damos rumo ao desenvolvimento espiritual, ela aumenta, pois passamos de discípulos para mestres. No candomblé não é diferente, onde temos o nosso igbá, o assentamento, como um elo entre o físico e espiritual. Muitos axés praticam o “igbá comunitário”, mas isso não quer dizer que você não tenha responsabilidade em dar ossé, ou seja, lavar sua quartinha e trocar a água. Lembrando que ossé, vem do yorubá e quer dizer semana, mas é usado para designar o compromisso de manter seu axé cuidado.


Na minha opinião, o Orixá não precisa de água, comida ou vela, pois ele é feito de luz e não tem necessidades como essas. Quem precisa somos nós! Humanos. Quando preparamos uma comida para nosso santo e rezamos, na verdade estamos expressando nossa fé, agradecendo por suas graças e pedindo proteção. Na minha casa, cada um tem seu igbá e muitas vezes me deixa triste vê-los empoeirados e as quartinhas sem água, então vou lá e zelo, mas sei que quando eu faço isso, tiro das costas do meu filho a responsabilidade e isso não ajuda em nada seu caminho, pois quem receberá a graça será eu ou o irmão que está cumprindo um compromisso que o outro assumiu.

Eu nem chamo mais a atenção, apenas aviso, pois em 2011 eu ouvi uma coisa que me magoou muito:

“Se o Pai não está feliz com o estado do meu igbá, que ele me dê que eu cuido na minha casa”

Resultado, eu dei “as contas” dessa yawò e o mais estranho é que ela nunca veio buscar o igbá e esse Orixá continua vivendo em minha casa.

Você que está entrando no Orixá, ou que já é iniciado, pense na sua postura, nas suas prioridades. Acredito que exista tempo para todas as coisas, sei que nossa vida é corrida e que nem sempre podemos nos dedicar como gostaríamos, mas não tirar nem um dia do mês para cuidar do seu santo é demais, salvo as pessoas que estão doentes ou moram em outro país, aí pode ter certeza que o Orixá compreenderá e seu zelador cuidará com o mais zelo do seu igbá.

Reclamar é fácil, o difícil é cada um fazer sua parte!

Babá Diego de Odé
11 4141-0167
Whatsapp: 1196617-8726

Nenhum comentário:

Entrevista para TV Alto Astral