domingo, 26 de janeiro de 2014

Festividades de Oxalá

Boa noite,


Depois de descansar o dia todo, após 23 dias de funções, paro para refletir sobre esse que foi o primeiro evento de 2014.

Passamos o sábado todo, dia 25 de janeiro, tratando dos afazeres, assim foi Orunkó pela tarde e as 20h40 começou o sirè, onde fomos “surpreendidos” com a presença da Policia Ambiental, que veio a nossa casa de axé, devido a uma denuncia que estaria ocorrendo sacrifícios com animais, mas isso não abalou nem alterou a ordem dos ritos, que prosseguiu na mais perfeita harmonia, aproveito para agradecer os policiais que apuraram o caso, pelo cumprimento da lei e pela educação impar que tratou o Babálasè Rosivaldo que os recebeu e nossa casa.

Agora me diz se essa casa tem ou não Esú vigiando e protegendo? Tomara que quem tenha tido o trabalho de fazer a denuncia, também tenha um Esú bem tratado, para que quando a justiça visite sua casa, também saiba entrar e sair, lembrando que não existe apenas a justiça dos homens, há também a de Sangò.

E assim seguiu nossa noite, com a casa lotada e muitas emoções. Outro ponto que marcou o evento foi a comemoração do Odun Ijè da Mayra de Oxalufã, Odun Oxumetá de Ricardo de Odé e a iniciação de Léia e Silvia de Oxum, pessoas do bem, voltadas para o Orixá, que me dão muito orgulho.

Agradeço a todos filhos e netos do Egbé L’ajò, pois provaram que são guerreiros e que levam a bandeira, defendendo nosso axé, sou um privilegiado de fazer parte da vida de vocês, claro que sempre existirá as minorias que não dão valor a casa que as acolheu, mas à eles eu só peço misericórdia e agò ao Orixá.

Uma ótima semana!

P.S: Amanhã, segunda, volto as minhas funções normais.

Nenhum comentário:

A Força do Ajé - Como funciona

A força do Ajé – Como funciona Sabemos que no Candomblé a força do “Ajé” existe, seja em qual for a época, sempre se ouviu falar que há...