segunda-feira, 1 de julho de 2013

Perfil do Babálorixá Diego de Odé

Histórico Espiritual


Sua mãe a Iyálorixá Rose de Oxum estava grávida de cinco meses, quando se iniciou no Candomblé, sendo Babá Diego de Odé, conforme os preceitos da religião, um abiasé (criança que nasce iniciada, com axé). Aos seus 11 anos após sofrer uma queda no Pico do Jaraguá, que quase o levou a morte, teve que dar continuidade a suas obrigações. No ano de 2006 iniciou seu primeiro iyáwò e se tornou babálorisá do Ilè Asé Egbé L'ajò. 


Frases mais famosas

“A hierarquia tem que existir para ajudar e não para humilhar”

“Crescer como pessoa, deve vim antes de qualquer coisa, pois se eu tirar meu torço e meu filho de conta, eu sei que ainda sou alguém”

“A tradição tem a experiência e a juventude tem a força para carrega-la, para mim essa é a união perfeita”


Casa de Axé - Ilè Asé Egbé L'ajò


Fundado em 1964 pela Iyálorixá Minervina de Ogún (Pernambuco -1927. São Paulo – 2000) da nação Egbá-Nagô(Penambuco -1927. São Paulo – 2000), após sua morte, a casa de asé começa a seguir os preceitos da nação Ketu. 

Endereço: Rua José Rodrigues do Nascimento, 97 – Jardim Dona Elvira. Itapevi –SP. CEP: 06693-230.



Projetos e Premiações


Projeto Olowò (2010) – Conscientização e Estudo do Candomblé


Projeto Adè (2010) – Oficina de artesanato e aparamentas de Candomblé.


Projeto Igbò (2011 -2013) – Limpeza das áreas afetadas pela poluição gerada pelas religiões de matriz africana.


Prêmio Babálorixá Revelação de 2013 (2014) - Axé in Foco - SP.


Contato

Telefone: 11 4141-0167

WhatsApp: 11 96617-8726

- E-mail: terradosorixas@hotmail.com 


Nenhum comentário:

Entrevista para TV Alto Astral