terça-feira, 24 de setembro de 2013

Colaboração e Participação


Como em toda religião, no Candomblé é importantíssimo a colaboração financeira dos filhos, pois quem trabalha tem condições de ajudar, e quem não trabalha tem condições de participar mais das funções. Entendam que Colaboração e Participação, pelo menos no Candomblé, são coisas distintas.


Colaborar é se preocupar com a casa, se está faltando um papel higiênico, se as contas foram pagas ou se os irmãos que se dedicam integralmente, estão tendo suas necessidades supridas. Participar é colocar a mão na massa, seja a participação no quarto de santo, na cozinha ou na organização. A receita para uma boa vida ativa no barracão é saber equilibrar as duas coisas, pois colaborando, você cuida da casa e participando, cresce e aprende mais.

É anti-ético, ficar aqui divulgando quanto cada um dá ou colabora, acho uma coisa super desagradável o zelador ficar expondo o que cada um dá, isso afasta as pessoas da religião. Vamos nos unir, sem querer ser um melhor do que o outro. Acredito que nenhum Zelador sério, quer explorar filho de santo e nem muito menos ser explorado, ou seja, deixar suas atividades de lado e ainda ter que “pagar” para ter gente em sua casa de santo. Existe um preço justo para tudo, lembrando que vivemos em um país onde o salário mínimo beira os R$ 700,00, então acho fora da realidade pagar R$ 10.000,00 para ser iniciado.

Pensem nisso!

Um comentário:

Andre Luiz Ateliê Pintura disse...

Querido Baba Diego,sua benção.
Gostaria muito que o senhor fala-se sobre Oyá Bamilá,seria possivel?os meus respeitos e forte abraço,Parabéns por este blog maravilhoso que ajuda a todos.

Buscar no Orisá a força para recomeçar

Durante a vida vamos passando por momentos onde nada tem explicação, são crises que vem como tempestades que param ...