domingo, 2 de junho de 2013

Comportamento - A boa visita


Acredito que educação cabe em qualquer lugar e no candomblé não pode ser diferente. O rúmbè, conjunto de regras do candomblé, dita que ao visitar uma casa de axé, deve se manter a postura e a boa educação. Recebo diariamente muitas mensagens, onde os leitores narram situações referentes a essa questão e eu fico de boca aberta com as coisas que acontecem.


Quando você decide ir visitar uma casa de axé, seja ela Umbanda, Angola, Ketu, Efón ou Nagô, tem que ter bom senso quanto a roupa que vai usar. Meu conselho é que, ou você vai vestido conforme o axé, a bandeira que você carrega, ou então vá com roupa clara e voltada para o estilo social, pois demonstrará respeito. Seja qual for a nação, o preto sempre é o preto, e não é bem visto, assim como roupas decotadas e muito justas.

Comportamento é outra questão muito delicada e é onde as pessoas mais pecam. A boa visita é aquela que vem para somar e ponto. Ao chegar ao local, geralmente tem uma pessoa que está recepcionando, se identifique, troque benção e vá para o seu canto. Se souber cantar, cante, se souber dança, e você ver que é permitido aos visitantes integrarem aos ritos, dance também. Nada de falar alto, de ficar “cutucando” o amigo, rindo ou tendo conversas paralelas, isso tudo demonstra pouco caso com quem abriu as portas e te recebeu. Agora se for maltratado pelo dono da casa ou por alguém, se despeça sutilmente e vá embora. Criar caso, só denigrirá sua imagem e certamente não te acrescentará nada.

Como eu digo, bom senso é o melhor remédio em qualquer situação e saber entrar e sair é uma questão de rumbè. Visitar uma outra casa é importante, pois cria laços de amizade e invoca a união, sentimento esse que ainda é muito escasso no candomblé. Estamos nesse mundo para evoluir e seguir os bons exemplos, estamos em uma sociedade organizada e que valoriza a etiqueta.

Uma ótima semana!

Um comentário:

Unknown disse...

Motumbá. Realmente, bom senso sempre. Deveria ser acessório obrigatório rsrs

Entrevista para TV Alto Astral