quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Meu Ponto de Vista


Cada situação, seja ela ruim ou boa, tem um porquê e buscar entender o motivo pode nos ajudar muito na busca do caminho certo. O grande problema que eu vejo é que sempre nos deixamos levar pelo lado negativo das coisas, abaixo segue alguns exemplos que se aplicam a nós do Orixá:


- Não aguento a fofoca que tem no Candomblé!



Alguém pode me dizer onde existem pessoas e não exista fofoca ou problemas de convivência? Pois é, o que podemos fazer em relação a isso é mudar a nossa postura, vejo muitas vezes é que as pessoas que mais falam mal da fofoca, são as que mais praticam. Fofoca acaba com um bom “colocando um na frente do outro” e se a fofoca não tem fundamento algum, é simples, ignore! Além disso ainda existe os meios legais que nos protegem dos difamadores.

- Nossa religião é só dinheiro!

Toda instituição religiosa tem suas contas, suas despesas e as pessoas que se dedicam a isso, é papel dos membros contribuírem SIM! Sou contra a exploração de todos os tipos, mas enquanto nossos adeptos ficarem pensando sim, não cresceremos, e é aí que fica difícil fazer caridade, pois se não conseguimos nem manter as despesas básicas, como iremos ajudar quem precisa?

- Depois que entrei no Candomblé não tenho mais vida social!

Realmente nossa religião para você aprender, terá que se dedicar, mas me diga qual a religião que não é assim? Aliás qual ramo da sua vida que vai dá certo se você não se dedicar? Um conselho que eu dou a todos meus filhos é que busquem equilibrar a Família, Emprego, Fé e Amor, pois se você se se entregar 100% em uma área, com certeza uma hora irá se cansar e surgirá as cobranças pessoais.

Até a Fé e a Razão muitas vezes precisaram andar juntas, ao invés de brigarem, e a essa união eu dou o nome de Bom Senso, que deve ser colocado em prática antes de qualquer reclamação, ou pré jugamento. Nós do Orixá estamos cada vez mais deixando que os problemas de convivência atrapalhe o nosso desenvolvimento espiritual

Nenhum comentário:

A Força do Ajé - Como funciona

A força do Ajé – Como funciona Sabemos que no Candomblé a força do “Ajé” existe, seja em qual for a época, sempre se ouviu falar que há...