terça-feira, 25 de outubro de 2016

O Poder de Um Iniciado

Quando somos escolhidos pelos Orisás e Ancestrais para carregar o asé e o nome de uma família, devemos lembrar que temos uma aliança com a natureza e partir desse momento, não haverão apenas direitos, mas também deveres com tudo aquilo que é filho da terra, inclusive o próximo.
O poder de um iniciado está na sua capacidade de criar uma relação de harmonia com o meio, de passar o que lhe foi ensinado, de compreender que se é de uma religião onde o inimigo sempre foi o preconceito e a ignorância, e por esse motivo que um omo-Orisá não pode ter a cabeça fechada, não deve se apegar a guerras bestas, pois se é “feito” para ser melhor e não para competir com ninguém.
As tantas lições que se aprende na religião dos Orisás, só terá sentido se você levar o saber para sua vida e transforma-lo em conhecimento. E lembre-se, não adianta vestir branco na sexta-feira, se você ao menos diz um “bom dia” para seu colega de trabalho, não adianta você não comer carne de porco, mas intoxicar seu corpo com álcool aos finais de semana, não adianta você falar baixo dentro da casa de asé, se na sua casa já chega gritando e sendo mau educado com sua família. 
Aprenda Candomblé, reveja suas ações, crie novos hábitos e sinta o poder do equilíbrio, tenho certeza que sua vida vai mudar.
Com carinho, 
Babá Diego de Odé

Nenhum comentário: