domingo, 23 de outubro de 2016

Qualidades de Osún



- Osún Iberín (Merín): Senhora da água que infiltra as rochas e forma as fontes. Ela caminha com Iyèwá. Iberín.  É dona da água que envolve o bebê durante a gestação e também é mãe do pássaro Odide. São raros os seus filhos que entram em transe. 
- Osún Ipondá: Mãe de Ologunèdé, teve seu coração caçado por Sangò Aganjú, que a prendera e para fugir do seu amor possessivo, tomou forma de uma linda pomba branca. Mais tarde, pelo seu poder de estratégia, Ipondá seguiu para guerra com Osaguian. 
- Osún Opàrá: Guerreira, é mãe da água que cruza e divide as estradas. Companheira de Oyá. Opàrá lutou ao lado de Ogún e Osún Ipondá, onde venceu muitas guerras, suas itán (lendas), sempre nos mostra uma mulher forte e decidida, porém que lutava para estabelecer seu lugar não como menor, mas sempre como igual ao poder masculino. 
- Osún Ijimú: Dona da lama do fundo dos rios e lagoas, senhora da sabedoria. Travou uma guerra com Ibúalama pelo domínio do rio, onde após uma longa batalha, um se torna o lado masculino e o outro o lado feminino. Por ser protetora o povo de Nàná, foi dado a ela o poder de encantar o okutá (pedra de poder) e lama para o culto a Osùmárè, Osayn e Omolu. 
- Osún Ominibú: Com sua irmã Ijimú, vive no fundo (Ibú) do rio, porém é dona das águas geladas. É ligada aos orisás funfuns e durante a passagem de “Osalá e as Águas”, ela teria lavado as roupas de Obatalá, após serem sujas por Esú.
- Osún Ayalá: Foi ela quem junto a Iyá Sabá, teceu o alá (pano branco) para proteger Osalá e pelo seu ato, Airá também a protege. Dona da cabaça, Ayalá tem forte ligação com as Iyámí Ajé e com os atos iniciatórios. São poucos seus iniciados. 
- Osún Karè: Filha de Erinlé e irmã gêmea de Odé Karèlè. Karè é ligada a caça e a pesca, mãe provedora e conhecedora da botânica e magia. Teria saído da casa de Asesú para resgatar o amor de seu pai e mais tarde junto a Erinlé e Ologúnèdé, ajudava a dividir a carne o peixe igualmente para a tribo. Carrega a abebè e também o Ofá. 
- Osún Okè: Senhora da montanha. Vive com as Iyámì Ajé, foi companheira de Odé Igbò. Okè vive na noite, é água que durante a lua cheia fica cintilante. Misteriosa, seu culto é ligado também a Ogún, Osaguian e suas irmãs, Opàrá e Ipondá.

Um comentário:

Thayná disse...

Sua benção, teria como acrescentar algo a mais sobre Osun Oke específicamente ? Se poder queria algo sobre cada qualidade citada, pois estou em pesquisa sobre tudo relacionado a Osun's.. Inclusive se o senhor achar pertinente poderia relatar ervas e suas respectivas importâncias para o culto. Desde já agradeço.

Buscar no Orisá a força para recomeçar

Durante a vida vamos passando por momentos onde nada tem explicação, são crises que vem como tempestades que param ...